Comentários sobre o projeto PANNIVITA ®.

Confira o que grandes profissionais envolvidos no mercado de saúde e nutrição disseram sobre o projeto PANNIVITA ®.

“O pão é certamente uma fonte de alimento diário necessário e importante , pois fornece carboidratos, proteínas, minerais e vitaminas , além de ácido fólico, de modo que nós celebramos iniciativas como o Pannivita , pois é uma contribuição concreta para o desenvolvimento de pães mais saudáveis” , diz Esteban González , presidente da Indupan AG.

“Sem a incorporação de substitutos, usamos um novo conceito em tecnologia enzima chamada ‘Sistema PROMASA’, que se aplicava a processos de fabricação , obteve um desempenho robusto em termos de qualidade do pão , reduzindo a gordura e sal, mantendo as características originais deste alimentos. Adicione a isso, a adição de nutrientes ou ingredientes funcionais e tecnológicos para uma alimentação saudável”, diz Ximena López , Gerente Técnica Granotec.

“Congratulamo-nos com esta iniciativa, uma vez que demonstra que você pode fazer as coisas de forma diferente e ajudar a melhorar a qualidade de vida da população, que é um dos objetivos do Ano da Inovação”, acrescenta Christopher Undurraga, Coordenador Geral do Ano da Inovação.

Explicando melhor o projeto PANNIVITA ®.

Imagine ter um estilo de vida mais saudável e ainda comer o pão crocante que você ama tanto. O Chile é o segundo maior consumidor de pão no mundo, depois da Alemanha , com 86 kg por pessoa / ano.

Nosso país está entre os 10 países com maior índice de obesidade no mundo, registrando níveis preocupantes de hipertensão (75%) , colesterol (41,6% ) e obesidade (31% ), portanto, 48,1% tem risco cardíaco .

Granotec é uma empresa especializada no desenvolvimento de soluções biotecnológicas para melhorar a qualidade do alimento , desenvolveu PANNIVITA ® : Uma inovação essencial , um complexo de enzima , que adiciona o pó para o processo de fabricação de pão, reduzindo em 50% a gordura e o sódio, mantendo seu sabor, textura, crocância, volume e suavidade, que são característicos e tradicionais.

Mais de 500 pessoas selecionadas para pesquisa, não encontraram diferenças significativas entre o pão tradicional e pão PANNIVITA ® .

PANNIVITA ® , está agora no período de implementação completa em padarias tradicionais e industriais , permitindo que os padeiros participem de uma iniciativa saudável e deêm ao consumidor um pão com as mesmas características , como sempre. Saudável e delicioso.

Pão Pannivita é vida é o nome da solução desenvolvida pela Granotec que reduz de 50 % de sódio e 50 % de gorduras presentes na receita.

É uma solução altamente inovadora , que apoia a indústria nacional de panificação. Uma resposta tecnológica e comercialmente viável às novas tendências alimentares saudáveis.   programa faz parte do Ano da Inovação CORFO .

Segundo a Pesquisa Nacional de Saúde, atualmente 75% da população chilena adulta é hipertensa, 42% têm colesterol alto e 30% é obesa. Dados preocupantes, e, são menos animadores no caso de crianças e jovens. De fato, 40% dos estudantes excedem o peso ou são obesos, de acordo com dados compilados pela SIMCE PE 2010.

Diante dessa realidade , em que o Chile está entre os 10 países com mais excesso de peso em todo o mundo , diferentes instituições a nível público e privado começaram a desenvolver soluções para reduzir essas taxas, juntamente com a crescente demanda de consumidores chilenos para alimentos melhores e as tendências alimentares saudáveis.

Milhões de blogs sobre nutrição.

É a gente sabe que a internet é um território sem lei – às vezes é difícil filtrar informações confiáveis porque tem muitas pessoas por aí publicando matérias sem verificar fontes e a veracidade das informações  – quem trabalha com pesquisa e desenvolvimento sabe do que estamos falando. O +Bio tem o compromisso de garimpar informações e tendências confiáveis sobre nutrição, pesquisamos em diversas organizações no mundo para trazer um conteúdo de qualidade para você.

Mas tem horas que a gente quer ir direto na fonte, não é?
O Steven Rumsey da Bungue no +Bio nos deu duas dicas de onde encontrar informações preciosas sobre o setor da nutrição que queremos compartilhar, caso você queira investigar por aí:

http://www.ific.org

http://www.foodinsight.org

Mas fica a dica!  Acesse diariamente nosso blog que você vai encontrar diversas matérias traduzidas, destas instituições e de muitas outras, com exclusividade para você.

 

Albion – Resposta 4.

Nome: Larissa
Empresa: Bauducco
Palestrante: Dr. José João Name

Pergunta:
Qual sua sugestão para fortificação de biscoito para o público infantil, utilizando os minerais quelatos?

Resposta:
Sem dúvida a melhor opção é a fortificação com mineral aminoácido quelato, pela sua alta biodisponibilidade, pela sua característica não-oxidante, e pelo fato de suportar as temperaturas a que os biscoitos são submetidos sem degradação da molécula.

Albion – Resposta 3.

Nome: Maria Elisa Caetano Silva
Empresa: UNICAMP (University of Campinas)
Palestrante: Dr. José João Name

Pergunta:
Sou aluna de doutorado em alimentos e nutrição e estudo quelatos de ferro sintetizados com hidrolisados de proteína de soro de leite. Gostaria de saber sua opinião a respeito da quelação de ferro com peptídeos e não aminiácidos puros. No caso do Fermocel, a amorção de ferro nos enterócitos se dá com o mineral na forma de quelato ainda ou ele seria liberado na borda em licova?

Resposta:
Um dos fatores limitantes da absorção de um composto mineral quelado é o tamanho da molécula que, por definição, não deve ultrapassar 800 daltons. O ferro bisglicinato tem, por exemplo, 254 daltons, sendo suficientemente pequeno para ter alta biodisponibilidade. Acima destes valores quando o quelato se compõe de peptideos ou proteínas ele deve se submeter ao processo digestivo, o que leva ao risco da liberação do metal e sua interação como sal mineral comum com fatores antinutricionais, sem as vantagens do quelato nutricionalmente funcional. O quelato verdadeiro é absorvido intacto e hidrolisado no interior das células mucosas.