É possível reduzir o Sódio dos alimentos?

shutterstock_117673282

No começo do mês a Associação Brasileira da Indústria de Alimentos (Abia) e o Ministério da Saúde assinaram mais um acordo para reduzir o sódio em alimentos como requeijão cremoso, queijo muçarela, sopa instantânea, hambúrguer, mortadela mantida sob refrigeração e salsicha. Este é o quarto acordo firmado desde 2011. Nos anteriores foram estabelecidos a redução de sódio em vários tipos de produtos. Estatísticas do governo revelam que, desde 2011, cerca de 11,3 mil toneladas de sódio já foram retiradas dos alimentos que compõem a lista estabelecidas pelos acordos. Até 2020, a previsão é que 28,5 mil toneladas de sódio deixarão de ser adicionadas, por isso a restrição se estendeu a outros alimentos, entre eles o requeijão cremoso, que deverá ter 541mg em 100 gramas – atualmente a quantidade é de 587mg, e queijo muçarela, que passará a ter 512mg em 100 gramas, contra os 559mg de hoje. O mesmo irá valer para a sopa instantânea, linguiça, mortadela, salsicha, empanados, hambúrguer e presunto. “Essa redução muito provavelmente não vai alterar o sabor dos alimentos. O sal é importante na conservação do alimento, nem sempre é usado para deixá-lo mais salgado. Alimentos como o queijo parmesão e os embutidos são muito ricos em sódio e não são necessariamente salgados”, comenta a professora Annie Bello, nutricionista pesquisadora do Instituto Nacional de Cardiologia. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o consumo diário de sódio não deve ultrapassar 2 gramas por dia ou 2000mg, o equivalente a uma colher de chá ou 5 gramas de sal. A Dra. Annie lembra que o sal que adicionamos no preparo dos alimentos e depois de pronto contribui e muito para a nossa ingestão diária de sódio. “Uma forma de identificar o ingrediente é olhar na tabela de informação nutricional presente no rótulo. Existem alimentos processados que contem 2 gramas do conservante, mas procure ficar longe dos que ultrapassam essa quantidade”, orienta a especialista. A medida adotada pelo governo também ajudará no melhor controle da pressão alta, uma vez que a alta ingestão de sal aumenta a pressão do sangue e leva a problemas no coração, como infarto e derrame. Por serem doenças que, normalmente, não geram dor e são silenciosas, uma forma de prevenir é aferir a pressão periodicamente. Em entrevista ao Site do G1, Edmundo Klotz, presidente da Associação Brasileira das Indústrias de Alimentos (ABIA), disse que a redução de sódio será possível por conta do prazo que as indústrias terão para pesquisar outras substâncias para conservação dos alimentos sem perda de sabor. Ao mesmo tempo, diz que a busca por uma substituição não será fácil. Redução de sódio em casa A nutricionista Lia Buschinelli, do Instituto Paulista de Cancerologia, pensa que cada indústria deverá seguir a recomendação de um jeito, o que torna difícil prever de antemão as possíveis substâncias que serão usadas no lugar do sódio. “A maioria dos alimentos industrializados já vem com sal adicionado na sua composição, por isso é difícil reduzir o sódio contido”, comenta. No entanto, a especialista cita algumas medidas podem auxiliar a reduzir o seu teor em alguns alimentos:
Ferver a linguiça antes de prepará-la ajuda tanto a reduzir o teor de sódio como o de gordura. Para isso, faça furos com um garfo na superfície da linguiça, coloque em uma panela com água fervente e deixe por cinco minutos. Despreze a água e prepare-a preferencialmente no forno, sem acrescentar sal ou temperos industrializados, para não aumentar a quantidade de sódio.
Se utilizar enlatados, como milho, ervilha e seleta de legumes, despreze a água que vem na lata e deixar os alimentos de molho em água fresca por cerca de 15 minutos, trocando a água pelo menos uma vez antes de consumir ou utilizar em alguma receita.
Troque a lata de molho de tomate pela lata de tomate pelado. Apesar de ser enlatado, o tomate pelado não contém sódio.
Troque a ervilha em lata pela ervilha seca, que não contém sódio, ou pela congelada, que possui menor teor de sódio.
Troque o milho em lata pelo milho in natura ou embalado à vácuo, que são isentos de sódio. Algumas marcas de queijo branco e de creme de ricota possuem a versão light com menor teor de sódio (e não necessariamente com menos gorduras ou calorias). Então compare os rótulos das duas versões antes de comprá-los, e dê preferência ao produto com menor teor de sódio por porção.
A bolacha tipo “água” contém menos sódio do que a tipo “água e sal” ou “cream cracker”. Portanto, também vale a pena fazer a troca. Segundo Dra. Annie outra opção é consumir alimentos que sofreram menos processamento como as frutas, legumes e verduras. Lembrando que essa prática deve ser mantida mesmo depois da redução do teor de sódio. “Alimentos processados, além de serem ricos em sódio, contêm conservantes, edulcorantes entre outras substâncias artificiais que devem ser evitadas sempre.” Para temperar, uma opção é preparar um sal com ervas, ou seja, misturando um pouco de sal com uma parte de ervas aromáticas como alecrim ou manjericão ou orégano. “Na alta gastronomia o sal não está presente para salgar e sim para integrar o sabor e realçar os sabores das ervas do prato”, diz a nutricionista. Você pode ainda utilizar páprica, pimenta vermelha, pimenta do reino, alecrim, manjerona, gengibre, cebola, alho e vinagre de vinho. Tomate, pimentão, cebolinha vede, mostarda em pó entre outros também ajudam a dar sabor. Dra. Lia completa: “O sal light pode ser usado no lugar do sal comum, pois parte do sódio é substituído por potássio. Porém, pessoas com doenças renais, que têm restrição de potássio na dieta, não devem utilizar o sal light.”

 

Fonte: http://www.revista-fi.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s