Top 10 tendências de alimentos funcionais dos Estados Unidos.

shutterstock_88399225

A popularidade crescente de alimentos fortificados e funcionais – no lugar de suplementos nutricionais – foi identificada como as 10 maiores tendências de alimentos funcionais nos Estados Unidos, de acordo com Institute of Food Technologists (IFT) de Chicago.

  1. Especialidades Nutricionais: Consumidores que uma vez confiaram muito em suplementos nutricionais estão mudando para alimentos funcionais e fortificados.
  2. Seja Realista: 6 entre 10 consumidores procuram por ingredientes que eles possam reconhecer enquanto fazem compras, e buscam comidas feitas com ingredientes simples, de verdade e naturais.
  3. Saúde Hispânica: Os 52M hispânicos da América gastaram estimados $6.9bn em alimentos funcionais em 2012 e $9.4bn em alimentos e bebidas naturais/orgânicos.
  4. Evolução da Proteína: O mercado da proteína ainda é o principal, com 57% dos consumidores, particularmente com idades entre 18–34 e acima de 65 anos, buscando fontes de proteína.
  5. Específico para Crianças: Quase metade das 32M de mães americanas dizem que sempre comprarem alimentos e bebidas saudáveis para seus filhos procuram uma gama maior de produtos saudáveis, convenientes, apropriados para crianças, com níveis de nutrientes e calorias específicos para os pequenos.
  6. Alimentos Medicinais: 8 a cada 10 consumidores acreditam que alimentos funcionais ajudam a prevenir ou atrasar doenças do coração, hipertensão, osteoporose e diabetes tipo 2.
  7. Alternativos: 80% dos lares agora consomem refeições sem carne para o jantar ocasionalmente e ovos são a alternativa mais popular, seguidos por feijões, lentilhas e legumes.
  8. Performance Nutricional: Quase 6 entre 10 adultos usaram algum produto de nutrição esportivo em 2012 e as vendas combinadas de suplementos esportivos, barras de nutrição e bebidas energéticas somaram $24bn em 2012.
  9. Colocando na Balança: Consumidores preocupados com o peso abandonaram as dietas de privação e deram preferência para alimentação saudável, adicionando componentes específicos e nutrientes à suas dietas.
  10. Geração zen: A Geração Y – com idades entre 14 e 33 anos – veem suas escolhas alimentares como mais saudáveis, mais caras, naturais/orgânicas, menos processadas, mais gostosas e frescas.

Indicada como Especialidades Nutricionais, a tendência reflete o fato de que praticamente 9 entre 10 adultos estavam ingerindo mais nutrientes, vitaminas, minerais, ervas e plantas, também incluindo mais óleos de peixe e ômega-3 em suas dietas. “Manter os sistemas digestivo e imune saudáveis também são as maiores preocupações, e probióticos interpretam papéis importantes em 2014,” diz o relatório.

As outras quatro tendências no topo são: Seja Realista, Saúde Hispânica, Evolução da Proteína e Específicos para Crianças.

Seja Realista se refere aos 6 em 10 consumidores que procuram ingredientes reconhecíveis quando comprando alimentos e buscam comidas feitas com ingredientes simples, de verdade e naturais. Mais da metade dos consumidores pesquisaram alimentos que não contém ingredientes artificiais, enquanto ¼ dos adultos compra produtos orgânicos, de acordo com a pesquisa.

Saúde Hispânica foi identificada depois que os 52M hispânicos da América do Norte gastaram $6.9bn em alimentos funcionais em 2012 e $9.4bn em comidas e bebidas orgânicos. Este grupo étnico também é o que mais consome energéticos, bebidas esportivas e sucos integrais, de acordo com Packaged Facts.

“Hispânicos se dispõem duas vezes mais do que a população geral a gastar o que for preciso para parecerem mais jovens e geralmente são os primeiros a testarem novas comidas saudáveis, produtos nutricionais ou diet,” diz o relatório.

A tendência da Evolução da Proteína foi enfatizada pelo fato de que 57% dos consumidores – particularmente com idades entre 18–34 e acima de 65 anos – buscam por fontes de proteína. Sua motivação era manter ossos e juntas saudáveis, desenvolvimento de força e tonificação muscular enquanto mantendo seus níveis de energia.

Específicos para Crianças refletem o fato de que praticamente metade dos 32M de mães americanas que dizem comprar alimentos e bebidas saudáveis para seus filhos e procuram por uma gama maior de produtos saudáveis e convenientes, com níveis apropriados de nutrientes e calorias. Pesquisas revelam que 44% das crianças abaixo de 12 anos consomem comidas orgânicas pelo menos uma vez por semana, mas as mães tendem a procurar menos desses produtos conforme seus filhos crescem.

As últimas 5 tendências do Top 10 foram listadas como: Alimentos Medicinais, Alternativos, Performance de Nutrição, Colocando na Balança e “Geração Zen”.

Alimentos Medicinais foi listado depois de uma pesquisa mostrou que 8 entre 10 consumidores acreditam que alimentos funcionais podem ajudar a prevenir ou adiar a aparição de doenças do coração, hipertensão, osteoporose e diabetes tipo 2, e 6 a cada 10 associam estes alimentos com benefícios ligados a perda de memoria relacionada à idade, câncer e Alzheimer. Em 2012, 56% dos consumidores compraram bebidas e alimentos direcionados a uma condição especifica, com produtos que diminuem o colesterol sendo os mais comprados da categoria.

A tendência dos Alternativos refletiu os 80% de lares que ocasionalmente consomem refeições sem carne para o jantar. Ovos foram a alternativa mais popular, seguidos por feijões, lentilhas e legumes.

Performance Nutricional se refere não só a atletas e body builders, mas também aos esportistas por hobby, atletas casuais e frequentadores de academias. Quase 6 entre 10 adultos usaram algum produto de nutrição esportivo em 2012. Vendas combinadas de suplementos nutricionais esportivos, barras nutricionais e bebidas energéticas, passaram de $24bn em 2012

A tendência Colocando na Balança deu destaque à decisão dos consumidores preocupados com o peso de abandonar as dietas de restrição, preferindo uma alimentação saudável, adicionando ingredientes e nutrientes específicos. No topo da lista destes ingredientes e nutrientes preferidos estavam: grãos integrais, fibra e vitamina D.

A tendência final, “Geração zen” refletiu a popularidade crescente entre a Geração Y – aqueles com idades entre 14–33 anos – de comidas cada vez mais saudáveis, mais caras, naturais/orgânicas, menos processadas, mais gostosas e frescas.

“A Geração Y também é a mais provável de acreditar que alimentos e bebidas funcionais podem ser usados no lugar de remédios (NMI, 2012) para aliviar cansaço/falta de energia, manter a precisão mental com a idade, estresse e saúde ocular,” disse o relatório.

A lista foi compilada pela editora colaborativa Elizabeth Sloan, depois de sua crítica de fontes da indústria.

Fonte:  http://www.nutraingredients.com/Consumer-Trends/Top-10-US-functional-food-trends    

2 respostas em “Top 10 tendências de alimentos funcionais dos Estados Unidos.

  1. Pingback: Iogurte perde espaço na cesta de compras | + Bio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s