Um arco-íris no seu prato: o que você deve saber sobre comidas coloridas

shutterstock_171625628

Amarelo, vermelho e azul são cores primárias, que, aparentemente, são inofensivos quando vistos na natureza ou em uma roda de cores. Mas quando se fala de aditivos de cor em alimentos, algumas pessoas têm dúvidas sobre a sua segurança. As cores nos alimentos são realmente uma ameaça para a saúde?

Comidas coloridas são confiáveis?

A segurança dos corantes alimentares tem sido questionada por consumidores ao longo dos anos. Apesar dessas preocupações, um grande grupo de pesquisa científica apóia a segurança dos corantes alimentares. A Food and Drug Administration (FDA) tem pesquisado corantes alimentares autorizados nos EUA para tornar seguro o uso em produtos alimentícios e bebidas em níveis autorizados. Nos termos do regulamento do FDA, todos os aditivos de cor estão sujeitos a aprovação antes que eles possam ser utilizados em alimentos.

Por que corantes são adicionados a alimentos?

Corantes alimentares são adicionados aos produtos para reduzir a perda de cor, ocorrida pelo contato com a luz ou temperaturas extremas. Eles são frequentemente usados para enriquecer a cor ou o limite de cores diferentes encontradas naturalmente nos alimentos.

Corantes causam hiperatividade?

Alguns pais preocupados com DDA (Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade) em crianças, levantaram questões sobre se essa condição pode ser causada pelo consumo de corantes alimentares. Comitê Consultivo de Alimentos da FDA avaliou recentemente todos os estudos que examinam a ligação entre corantes e a DDA, que têm sido realizados ao longo dos últimos 30 anos e conclusão até o momento.  Evidências sugerindo se os corantes alimentares podem causar hiperatividade não foram encontradas. Estudos que sugerem uma ligação podem ter sido encontrados com certas limitações, como o tamanho da população, que impediu que uma relação de causa e efeito fosse estabelecida. Alguns pesquisadores sugerem um exame mais aprofundado, e o Instituto Nacional de Saúde (NIH), declarou que as crianças com alergia alimentar diagnosticada ou sensibilidade e DDA podem se beneficiar limitando ou eliminando as cores dos alimentos de sua dieta.

Há mais de 30 anos de pesquisa sólida e provas que mostram o uso de corantes alimentares sintéticos e “naturais” que são permitidas para utilização em alimentos e bebidas. Assim, quando estiver em pé no corredor do supermercado pense bem em todas a opções de produtos que existem, você pode se surpreender em como existem opções seguras e coloridas para todas as preferências.

Fonte: Food Insight

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.