Novidades da Kibon!

A Kibon, líder no mercado de sorvetes há mais de 70 anos, apresenta as inovações do primeiro semestre. Novos sabores e formatos estão entre as novidades para os consumidores. Na linha de picolés, a inovação é o sabor Leite Condensado com Morango que tem consistência cremosa e pedacinhos de morango. Já a linha Blast, sucesso em potes de 1 litro, ganha agora uma nova versão para quem gosta de saborear um sorvete durante aquela pausa do dia. Os sabores Blast Chocolate Bits e Blast Romeu e Julieta chegam em potes de 150ml.

kibon

“A Kibon é conhecida por sempre trazer inovações para os consumidores. Dessa vez, apostamos em novos sabores e também em formatos específicos para aquela pausa diária.”, explica Katia Ambrosio, diretora de marketing de Kibon.

O picolé sabor Leite Condensado com Morango é uma sobremesa muito comum entres os brasileiros. Para trazer ainda mais refrescância, a marca desenvolveu um picolé com a mistura marcante do leite condensando e o sabor de frutas. A novidade está disponível em todo o Brasil ao preço sugerido de R$ 4,50 e R$ 5,00 em Manaus.

Os sabores de Blast agora estão disponíveis em potes de 150ml, na medida certa para os consumidores que querem todo o sabor de Kibon sem abrir mão da cremosidade e dos pedaços dos doces preferidos.

Os sabores Blast Chocolate Bits e Blast Romeu e Julieta chegam às conservadoras ao preço sugerido de R$6,50 para Sul e Sudeste, R$6,25 para Norte e Nordeste e R$ 7,00 para Manaus.

Fonte: GuiaLat

Importações de leite UHT pela China devem aumentar 9,4% neste ano

shutterstock_264089696

As importações de leite UHT (esterilização por meio de aquecimento e, imediatamente a seguir, resfriamento) pela China devem atingir 350 mil de toneladas em 2015. O volume está 12,5% abaixo da estimativa anterior, mas representa alta de 9,4% em relação ao resultado de 2014, segundo o serviço estrangeiro do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA).

O avanço é impulsionado pelo crescimento do mercado consumidor interno. As importações também estão sendo sustentadas pelo aumento de plataformas de comércio eletrônico que, no varejo, oferecem canais de acesso fácil e entrega em domicílio para os consumidores no interior da China. A previsão é que as importações de leite em pó tenham queda de 30%, em relação ao ano passado, para 400 mil toneladas.

Apenas as importações dos Estados Unidos devem recuar mais do que 50% no período, como um reflexo de atrasos que a indústria norte-americana vem enfrentando para vender para a China, por causa de questões burocráticas.

Os interessados em exportar produtos lácteos para a China devem estar em conformidade com o Decreto 145, supervisionado pela Administração de Certificação e Acreditação (CNCA). Segundo o USDA, agências governamentais e representantes da indústria norte-americana estão em negociações com as autoridades chinesas para revisão do processo.

Leia uma pesquisa inédita sobre o mercado lácteo aqui.

Fonte: GuiaLat

Consumidores canadenses de queijo

A maioria dos canadenses vêem o queijo como uma opção saudável para lanche, 82% dos consumidores acham que ele é uma alternativa que pode substituir outros lanches como chocolate, ainda temos quase dois terços (64%) que acham que os benefícios são maiores que os malefícios, como o alto teor de gordura. Além disso, os canadenses são muito patriotas quando falando de qualidade de queijo, somente 18% acha que o queijo importado é melhor.

Consumidores-canadenses-de-queijo-alt

Baixo preço é o maior fator citado entre os consumidores de queijo, 76% indicaram este como um dos cinco principais motivos para o consumo e 28% tem esse como motivo principal de compra. Enquanto isso, marca (55%) e textura (52%) também são considerados fatores importantes por mais da metade dos compradores. E por fim, ingredientes naturais e saudáveis, estes também entrar como fatores citados.

Consumidores-canadenses-de-queijo-2-alt

 

Fonte: Mintel

Alimentos que prometem melhorar a qualidade dos espermatozoides

Homens modernos não costumam se preocupar muito com a qualidade de seu sêmen, e boa parte nem imagina que uma dieta equilibrada pode ter um enorme impacto no desenvolvimento e saúde dos espermatozoides.

No entanto, segundo um artigo da nutricionista Isabelle Obert, um em cada cinco homens apresenta baixa contagem de espermatozoides — ou menos de 15 milhões por mm de sêmen —, o que, aliado à baixa qualidade dessas células reprodutivas, pode prejudicar muito a fertilidade masculina.

shutterstock_101792287

De acordo com Isabelle, os espermatozoides são extremamente vulneráveis aos danos provocados pela ação dos radicais livres. E, apesar de o sêmen normalmente conter antioxidantes para evitar a deterioração, não custa nada reforçar a proteção e a qualidade dessas células com o consumo de alguns alimentos. Confira alguns deles a seguir:

Chocolate meio amargo

Se você gosta de chocolate, especialmente o meio amargo, agora você tem mais um motivo para saborear pequenas quantidades diárias do alimento sem culpa. Isso porque esse tipo de chocolate é rico em L-arginina — um importante aminoácido —, e pesquisas apontaram que essa substância pode aumentar a contagem de espermatozoides, melhorar sua mobilidade e aumentar o volume da ejaculação. Aliás, quanto maior for o teor de cacau, melhor.

Romãs

Segundo Isabelle, as romãs estão na lista de superalimentos, já que seu alto teor de antioxidantes ajuda a evitar o risco de inflamações, além de melhorar a circulação sanguínea e reduzir o risco do surgimento de doenças cardiovasculares. E isso não é tudo: estudos demonstraram que a fruta pode elevar os níveis de testosterona, aumentar a libido em homens e mulheres e melhorar a qualidade do sêmen.

Tomates

Os tomates são alimentos ricos em licopeno, um importante antioxidante, e vários estudos apontaram que essa substância é capaz de melhorar significativamente a mobilidade dos espermatozoides, ou seja, capacidade de se locomover. De acordo com a nutricionista, o licopeno é mais abundante em tomates processados e cozidos. Portanto, para conseguir um melhor resultado, prefira a massa de tomate com um pouquinho de azeite de oliva para ajudar na absorção do antioxidante pelo organismo.

Lentilhas

As lentilhas são uma das principais fontes naturais de ácido fólico, substância essencial tanto para a fertilidade feminina como para a masculina. Conforme explicou Isabelle, pesquisas apontaram que homens cujo consumo de ácido fólico é muito reduzido geralmente apresentam um maior índice de anormalidades cromossômicas em seu esperma.

Nozes

Ricas em ômega 3 e ácidos graxos, pesquisas conduzidas pela Sociedade para o Estudo da Reprodução revelaram que o consumo de nozes pode melhorar a mobilidade, morfologia e vitalidade dos espermatozoides. Segundo Isabelle, o ideal é ingerir cerca de 75 g diárias — ou o equivalente a um punhado —, e a nutricionista sugere que elas sejam consumidas com saladas ou como um lanchinho da tarde, já que as nozes também auxiliam no controle dos níveis de açúcar no sangue.

 

Fonte: MegaCurioso

Conheça um pouco do Instituto Atá

Alex Atala é chef de cozinha, proprietário dos restaurantes D.O.M e Dalva e Dito e sócio fundador da marca Retratos do Gosto. Autor dos livros “Por uma Gastronomia Brasileira”,
“Com Unhas, Dentes & Cuca” e “Escoffianas Brasileiras”, vem desenvolvendo um trabalho
pela valorização dos ingredientes, cores e sabores de todo o Brasil.

Alex também é fundador do Instituto Atá, vale a pena conferir mais sobre!

Fonte: Instituto Atá

Vale a Pena Ver De Novo: Palestra do Dr. Luís Madi no +Bio

Chegamos ao fim da nossa série ‘Vale a Pena Ver de Novo’. Para finalizar, rever a última palestra que aconteceram no evento +Bio, em 2013.

Confira o conteúdo do Dr Luís Madi, presidente do Ital Brasil, sobre O Futuro das Indústrias de Alimentos e Bebidas no país – são informações preciosas que o setor de nutrição deve estar atento.