Preço do leite pago ao produtor tem nova retração


Os preços pagos pelo litro de leite em outubro, referente à produção entregue em setembro, voltaram a recuar, em função do aumento de 3,74% no volume captado em Minas Gerais. De acordo com os dados levantados pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), no Estado, o preço médio líquido por litro de leite retraiu 1,24%, enquanto a média bruta caiu 0,32%, com o litro do produto negociado a R$ 1,07. Para este mês, a expectativa é que os preços recuem novamente.

Segundo os pesquisadores do Cepea, a chegada das chuvas nas principais regiões produtoras de leite, em setembro, fez com que a produção aumentasse. Com o maior volume e a demanda não acompanhando a oferta, o valor pago ao produtor em outubro teve a segunda queda consecutiva em Minas.

cupcakes-690630

A queda nos preços também foi verificada na média Brasil, composta pelos resultados de Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Goiás e Bahia. O preço líquido (sem frete e impostos) recebido pelo produtor recuou 1,15% de setembro para outubro, com a média caindo para R$ 0,973 por litro de leite. Na comparação com outubro de 2014, o preço está 9,2% menor em termos reais, deflacionados pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (Ipca) de setembro de 2015.

Ainda na média Brasil, o preço bruto médio (inclui frete e impostos) pago pelos laticínios e cooperativas foi de R$ 1,058 por litro, redução de 0,73% em relação ao mês anterior.

Em setembro, o Índice de Captação do Cepea (Icap­L/Cepea) registrou novo aumento, de 3,26%, em relação a agosto e de 8,1% na comparação com setembro de 2014. Somente em Minas Gerais houve aumento de 3,74% na captação, o terceiro maior índice do País, atrás somente de São Paulo, cuja captação ficou 4,66% superior, e Goiás, com alta de 4,55% no volume.

Em Minas Gerais, o preço líquido do leite, R$ 0,99 por litro, recuou 1,24% quando comparado com o valor praticado no mês anterior. A média bruta estadual encerrou o período a R$ 1,07 por litro, retração de 0,32% frente aos valores praticados em setembro.

Entre as regiões produtoras de leite, destaque para o Vale do Rio Doce. De acordo com o Cepea, o preço líquido médio do leite retraiu 3,04% na região ao longo de outubro, com a cotação chegando a R$ 1,04. O valor bruto, R$ 1,14, caiu 2,94%.

Retração expressiva também foi verificada na Zona da Mata. O valor líquido do litro de leite diminuiu 2,61%, com o produto negociado a R$ 0,91. Já o preço bruto, R$ 0,99, ficou 1,66% inferior em outubro.

Na Região Metropolitana de Belo Horizonte o litro de leite foi negociado a R$ 1,02, média líquida, e R$ 1,13, média bruta, queda de 2,41% e 2,76% respectivamente. No Sul e Sudoeste do Estado o litro de leite foi comercializado entre o valor líquido de R$ 0,76 e bruto de R$ 0,82, retração de 0,29% e 1,29%, respectivamente.

No Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba, os pecuaristas receberam 0,43% a menos pela comercialização do leite, uma vez que o preço líquido ficou em R$ 1,09. O preço bruto retraiu 0,43%, com o produto avaliado em R$ 1,18.

Com a expectativa de intensificação das chuvas, para este mês, a expectativa da maior parte dos representantes de laticínios e cooperativas consultados pelos pesquisadores do Cepea ainda é de queda nos preços.

Conheça um equipamento que está revolucionando o mercado lácteo clicando aqui.

Fonte: GuiaLat

2 respostas em “Preço do leite pago ao produtor tem nova retração

  1. Pingback: Divulgar os benefícios dos lácteos é fundamental para vendas | + Bio

  2. Pingback: Saiba como é retirada a lactose do leite | + Bio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s