Tomate não pode faltar na dieta de ex-fumantes

Tomate não pode faltar na dieta de ex-fumantes

Uma dieta equilibrada e rica em tomates, acredite, pode salvar vidas. É o que sugere um estudo realizado pela Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health, em Baltimore, nos Estados Unidos.

Pesquisadores descobriram que, em um período de dez anos, foi possível desacelerar a perda progressiva de função pulmonar entre ex-fumantes que seguiram uma dieta rica em frutas, como o tomate, além do consumo frequente de maçã.

A pesquisa comprovou que certos componentes presentes nesses alimentos podem ajudar a restaurar os estragos causados pelo cigarro no pulmão. Os pesquisadores descobriram que adultos que comiam, em média, mais de dois tomates e mais de três porções de frutas por dia tiveram menor declínio nas funções do órgão respiratório — em comparação com pessoas que comeram, diariamente, quantidades inferiores desses alimentos.

É importante ressaltar que o efeito foi observado apenas naqueles que consumiram frutas in natura, ou seja, alimento em estado natural.

O estudo, feito em conjunto com pesquisadores do Imperial College de Londres, mostrou que o maior consumo de tomate resultou em melhora no órgão de todos os adultos analisados, inclusive nos que nunca fumaram.

“O estudo mostra que a dieta pode ajudar a reparar os danos nos pulmões de pessoas que abandonaram o cigarro. A análise sugere ainda que uma alimentação rica em frutas pode diminuir o processo de envelhecimento do pulmão, até mesmo de pessoas que nunca tiveram o hábito de fumar”, explica Vanessa Garcia-Larsen, professora-assistente da Johns Hopkins e principal autora da pesquisa.

Para chegar a essa conclusão, os estudiosos analisaram a dieta de 680 adultos e avaliaram, ao longo de dez anos, o desempenho deles em um teste de espirometria, que afere tanto o volume que uma pessoa consegue inspirar e expirar, quanto a velocidade com que esses movimentos são executados.

Assim, concluíram que todos podem tirar vantagem de uma dieta rica especialmente em tomate. Mas o efeito pulmonar foi particularmente evidente em ex-fumantes, apontaram os pesquisadores.

“As funções do órgão começam a declinar em torno dos 30 anos, variando de acordo com a saúde da pessoa”, diz Vanessa.  “Nosso estudo sugere que comer mais frutas com regularidade atenua esse envelhecimento e pode até reparar os estragos feitos pelo cigarro. Essa dieta ainda pode ajudar a combater o diagnóstico de doença pulmonar obstrutiva crônica [DPOC] no mundo todo.”

Fonte: Veja Saúde

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s