O que podemos aprender com as vendas da Páscoa de 2017?

O que podemos aprender com as vendas da Páscoa de 2017?

Imersos na crise econômica enfrentada pelos brasileiros em 2017, os consumidores passaram a fazer escolhas mais tradicionais, e na Páscoa não é diferente, especialmente para presentear as crianças.

De acordo com os estudos, 33% dos brasileiros não compraram nenhum tipo de chocolate para presentear na data comemorativa em  2017. Daqueles que desembolsaram, a região da Grande Rio, no Rio de Janeiro, se destacou nas compras de ovos industrializados, enquanto o Sul e o Centro Oeste compraram mais de fabricação caseira.

As vendas de Ovos de Páscoa apresentaram uma retração de volume por volta de 14,5% em 2017, inferior à Páscoa de 2016, em que as vendas haviam retraído cerca de 30%. Avaliando os segmentos, a queda ocorre tanto em produtos para adultos quanto para crianças, sendo que a retração é maior nos itens de maior preço, como, por exemplo, embalagens com brinquedos.

Os chocolates tradicionais foram eleitos como uma das alternativas favoritas dos brasileiros em 2017, especialmente quando os presenteados eram adultos. As vendas dos demais formatos de chocolates (barras, caixas de bombom, embalagens promocionais, entre outros) apresentaram tendência positiva, crescendo cerca de 10% na Páscoa de 2017 em relação a  2016.

Lançamentos também tiveram destaque positivo na data, tanto em ovos quanto em outros formatos de chocolates, como os coelhos, ovinhos, caixas de bombom e embalagens promocionais.

Fonte: Nielsen

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.