Derivados de lácteos podem ser aliados no combate a ansiedade

Derivados de lácteos podem ser aliados no combate a ansiedade

A ansiedade, que afeta milhões de pessoas em todo o mundo, é uma condição caracterizada por preocupação excessiva diante de situações consideradas preocupantes ou estressantes.

No Brasil, esse transtorno atinge cerca de 2 milhões de pessoas anualmente. Tratamentos convencionais podem não funcionar a longo prazo. Para ajudar a combater a ansiedade, pesquisas indicam que uma alimentação adequada, rica em vegetais, frutas, legumes, grãos integrais e proteína magra, podem ajudar a gerenciar a ansiedade de forma natural.

Castanha do pará

A castanha do pará é rica em selênio, nutriente que melhora o humor e reduz a inflamação. Como os níveis de inflamação de pessoas que sofrem com transtornos de humor podem estar elevados, o selênio ajuda a reduzi-los, promovendo alívio. Além disso, ele possui propriedades antioxidantes, benéficas para o tratamento da ansiedade, e ajudam também a prevenir danos celulares.

Outro nutriente encontrado nas castanhas é a vitamina E, também rica em antioxidantes; segundo pesquisas, para algumas pessoas, os baixos níveis de vitamina E podem ser um fator de risco para o desenvolvimento da depressão. Além da castanha, outras nozes, como amêndoas, podem ser excelente fonte de selênio. O mesmo vale para o cogumelo e a soja.

Sementes de abóbora

Por ser uma excelente fonte de potássio, as sementes de abóbora podem ajudar na regulação do equilíbrio de eletrólitos e gerenciamento da pressão arterial. Segundo especialistas, alimentos ricos em potássio também podem ajudar a reduzir os sintomas de estresse e ansiedade. A banana é outra fonte importante desse nutriente.

Camomila

O chá de camomila é comumente usado como remédio devido a suas propriedades anti-inflamatórias, antibacterianas, antioxidantes e relaxantes. Além disso, existe a crença de que os flavonoides presentes na camomila têm propriedade capaz de controlar os sintomas da ansiedade. Estudo recente comprovou essa teoria, mas alertou para o fato de que o consumo de camomila não impede novos episódios de ansiedade.

Iogurte

De acordo com pesquisas, as bactérias boas – como lactobaccilus e bifidobacteria – presentes no iogurte têm efeitos positivos na saúde do cérebro. Especialistas sugerem que a inflamação crônica pode ser parcialmente responsável pela ansiedade, stress e depressão; como produtos lácteos em geral produzem efeito anti-inflamatório no corpo, o iogurte pode ser útil no combate aos sintomas da ansiedade. Outros estudos mostram que o consumo de bactérias saudáveis ​​aumenta a felicidade em algumas pessoas.

Outros alimentos fermentados, como queijo, kimchi e produtos de soja fermentados podem ser benéficos para as bactérias naturais do intestino e reduzir a ansiedade e o stress.

Fonte: Medical News Today

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.