Alimentos “livres de” ainda são tendência nos EUA

Alimentos "livres de" ainda são tendência nos EUA

Seja com massas livres de glúten, seja com batata frita sem ingredientes geneticamente modificados, os consumidores americanos ampliarão o foco no que não está presente nos alimentos.

A explosão dos alimentos “livres de” crescerá ainda mais nos próximos anos, segundo Joel Warady, gerente-geral da Enjoy Life Foods, uma fabricante de alimentos especiais com sede em Chicago que está focando em produtos livres de elementos alergênicos sob o comando da empresa controladora Mondelez International.

As vendas dos alimentos livres de determinados ingredientes, como elementos alergênicos ou corantes artificiais, praticamente dobrarão em 2020, para US$ 12 bilhões, disse Warady, fazendo referência a pesquisas do setor conduzidas pela Datamonitor. Parte da explosão é impulsionada pela crescente desconfiança dos consumidores em relação a recomendações do governo e grandes fabricantes, o que as leva a valorizar alimentos com ingredientes simples de entender.

“Os consumidores confiam em seus amigos, em influenciadores e em suas próprias pesquisas”, disse. “As pessoas estão mais focadas no que um produto não tem, desde que o gosto seja bom.”

Um cliente que foca em alimentos “livres de” gasta cerca de duas vezes mais no supermercado do que um consumidor comum, disse Warady. Até mesmos os fazendeiros estão respondendo à questão plantando de forma a evitar contaminação cruzada com alimentos que causam alergia, como soja e trigo, disse.

Fonte: ABIMAPI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.