Compras online de alimentos chegam a crescer 15%

Compras online de alimentos chega a crescer 15%

Compras online de produtos embalados e frescos cresceram 15% nos últimos dois anos, com um aumento na confiança dos consumidores dentro do ecossistema do e-commerce, levando a compras em uma ampla gama de categorias, de acordo com nosso mais recente estudo.

Compras online de produtos embalados e frescos cresceram 15% nos últimos dois anos. O consumidor está mais confiante no ecossistema do e-commerce, ampliando sua gama de categorias compradas via digital, o que proporcionou um crescimento médio de US$70 bi para as vendas de FMCG online.

O relatório Comércio Conectado de 2018, que analisa os hábitos de compra online dos consumidores, concluiu que 95% dos consumidores globais com acesso à internet fizeram pelo menos uma compra online, apresentando um aumento de 1% em relação a 2017 e 2% em relação a 2016. O relatório também revelou que 26% dos consumidores digitais compraram alimentos frescos online, um incremento de 15% entre 2016 e 2018, o que contribui para o crescimento geral do comércio eletrônico de FMCG, que a Nielsen estima ter crescido cerca de US$70 bilhões, globalmente, nos últimos dois anos.

Enquanto isso, as categorias que registram o crescimento mais significativo na atividade de e-commerce incluem entregas de restaurantes, as quais 33% dos consumidores online fizeram uma compra (até 2pts vs 2017), alimentos embalados (até 3 pts a 30%) e alimentos frescos ( até 2pts a 26%).

“A partir do rastreamento da evolução do comércio eletrônico em países pioneiros, como a Coréia do Sul, onde as vendas online representam 20% do total do setor de FMCG, sabemos que os consumidores seguem um certo padrão de comportamento de compras online”, observa Pete Gale, da área de Retail Services da Nielsen.

O estudo revela que os consumidores estão mais abertos a comprar alimentos embalados e frescos online quando são oferecidas certas opções de compra e garantias de qualidade. Quase metade (49%) dos consumidores globais assume que a garantia de devolução do dinheiro para produtos que não correspondem ao que foi pedido os encorajaria a comprar online. Mais de 45% dos consumidores são atraídos pelo serviço de substituição de produtos no mesmo dia para produtos indisponíveis, enquanto 44% procuram serviços de entrega gratuitos para compras acima de um gasto mínimo.

“Conforme aumenta a adoção das compras online pelo consumidor, o espaço do e-commerce em constante evolução torna tênue as fronteiras entre online e offline”, observa Gale. “Há alguns anos, a compra online estava focada em produtos não perecíveis, como viagens, moda e livros, mas, com o passar do tempo, vemos um aumento das compras de novas categorias. Olhando para o futuro, a próxima onda de evolução no comportamento de compras online provavelmente será impulsionada por inovações em recursos digitais, como recomendações personalizadas com base no consumo programático e comportamento online.”

Fonte: Nielsen

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.