Cuidados ao ingerir alimentos crus

Cuidados ao ingerir alimentos crus

Noites frias de inverno, muitas vezes pedem doces assados e uma caneca de chocolate quente. Conforme nos preparamos para ficar confortáveis ​​e aconchegantes, não devemos nos esquecer da importância das práticas da segurança de alimentos, enquanto preparamos nossas guloseimas de inverno, especialmente deliciosos biscoitos e outros produtos assados.

Embora, muitas vezes recomendam-se práticas seguras de manipulação de alimentos como usar utensílios limpos, cozinhar alimentos a temperaturas adequadas e armazenar os alimentos adequadamente para ajudar a reduzir o risco de doenças transmitidas por alimentos, um fato adicional muito importante para a segurança de alimentos é não consumir alimentos crus que foram projetados para serem cozidos.

Muitos de nós poderíamos pensar que, frango, carnes e ovos estivessem na lista dos alimentos crus, mas você não ficaria surpreso por incluir massa de biscoito crua e outras massas cruas. Tudo se resume ao manuseio e consumo seguros de farinha e ovos.

Certamente, farinha e ovos são ingredientes básicos, mas estes ingredientes não são tão inocentes quando se trata de considerar as ameaças à segurança de alimentos. Todos nós sabemos que a farinha é usada para fazer muitos produtos assados: biscoitos, bolos, pães e tantos outros. No entanto, a farinha é um produto alimentício agrícola que é produzido para ser cozido antes de ser consumido. Isso significa que alguns contaminantes bacterianos dos grãos usados ​​para produzir a farinha ainda podem permanecer no produto antes de ser cozido, como a Escherichia coli (E. coli). O consumo de cepas de E. coli, que são nocivas, pode causar diarreia, infecções do trato urinário, doenças respiratórias, pneumonia, bem como, outras doenças.

Essa mesma linha de raciocínio de segurança de alimentos deve ser usada ao evitar consumir ovos crus. Ovos crus podem conter bactérias Salmonella.  Infecções por Salmonella podem causar muitos sintomas, como vômitos, diarreia e dor gastrointestinal. Normalmente, os sintomas ocorrem dentro de 6 a 48 horas após a ingestão de alimentos contaminados. A maioria das pessoas pode se recuperar de   infecções por Salmonella sem antibióticos, entretanto, crianças, idosos e pessoas com sistemas imunológicos mais fracos podem precisar de cuidados médicos.

Comer qualquer alimento cru que não seja produzido para ser consumido como tal é um risco. Sugerimos pular a massa de biscoito crua, não importa o quão tentadora ela seja, mesmo que você já tenha feito isso no passado sem ter ficado doente. Nos casos de E. coli e Salmonella ou qualquer outro contaminante microbiano.

A melhor maneira de evitar doenças transmitidas por alimentos e permanecer seguro é praticar  a manipulação segura de alimentos.

Fonte: Food Insight

Uma resposta em “Cuidados ao ingerir alimentos crus

  1. Pingback: Os micróbios em nossa comida podem salvar vidas | Blog +Bio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.