Saúde em primeiro lugar

Saúde em primeiro lugar

Por muitos anos, os profissionais de saúde continuadamente informaram aos pacientes e a população de forma geral, conceitos relacionados à escolha saudável, criando a ideia de que reduzir gordura saturada, sal e açúcar, aliado ao consumo de frutas, legumes e vegetais finalizaria o processo de saúde e prevenção de doenças.

Na verdade, o entendimento atual conduz a uma nova série de observações críticas, desde a escolha, passando pela aquisição e terminando na ingestão dos alimentos.

Pacientes, com dietas mal orientadas, podem apresentar déficits de peso, deficiências na dosagem sanguínea de vitaminas (B12 e D), ferro, cálcio e zinco, bem como de proteínas e funções metabólicas. Com isso, desenvolvem anemia, deficiências ósseas, queda da imunidade e perda da massa magra (músculos), além de algumas variações hormonais. Nesses pacientes, é muito importante a avaliação clínica e laboratorial rotineira.

A avaliação individual correta pode prevenir problemas sérios de saúde, liberando à prática alimentar no mundo vegano com maior segurança. Temos que dar especial atenção em pacientes idosos, executivos(as) com alimentação irregular, praticantes de atividade física intensa, gestantes e crianças em crescimento, sem falar em períodos de pós internação hospitalar.

Uma alimentação balanceada, com a presença de carboidratos, proteínas, lipídios, sais minerais (cálcio, zinco, cobre, potássio, magnésio) e vitaminas, é indispensável para alcançar saúde e qualidade de vida. A utilização exclusiva de medicamentos não resolve. Por essas e outras razões, o ideal é selecionar alimentos em bom estado e com alto valor nutricional, capazes de atender as necessidades do corpo humano.

Na atualidade, um dos pontos mais importantes é a observação da segurança alimentar, higiene na embalagem e na conservação dos produtos nas prateleiras. Aliás, frutas e verduras frescas tendem a ter mais vitaminas em comparação àquelas que permanecem nas prateleiras. Desta forma, sucos consumidos após o preparo certamente são melhores dos conservados em geladeiras. A degradação ocorre ainda durante o transporte, quanto mais rápido for o consumo após a colheita, maior é o valor nutricional.

Fonte: Veja saúde

 

7 respostas em “Saúde em primeiro lugar

  1. Pingback: Saúde em primeiro lugar — Blog +Bio – CURIOSIDADES NA INTERNET

  2. Pingback: Alimentos que curam: entenda mais sobre o assunto | Blog +Bio

  3. Pingback: Alimentação saudável reduz significativamente o risco de demência, diz estudo | Blog +Bio

  4. Pingback: O que comer antes e após exercícios? | Blog +Bio

  5. Pingback: Por que uma dieta rica em fibras é tão importante? | Blog +Bio

  6. Pingback: Por que uma dieta rica em fibras é tão importante? — Blog +Bio – Nossa vida de cada dia…

  7. Pingback: Por que uma dieta rica em fibras é tão importante? — Blog +Bio – Blog dos Pinto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.