Queda no consumo faz preço do leite argentino subir

Queda no consumo faz preço do leite argentino subir

Um produto-chave da alimentação dos argentinos, o leite, teve novo aumento de 10% nos preços, o que afetou mais uma vez o consumo, atualmente de 176 litros por habitante por ano (41 litros a menos que em 2015).

Segundo pesquisa realizada pela Defesa de Usuários e Consumidores (DEUCO), o preço do leite integral passou de 44,20 pesos (US$ 0,76), em agosto deste ano, para 48,70 pesos (US$ 0,84), ou seja, 10% mais caro; o leite integral com ferro foi de 45,60 pesos (US$ 0,78) para 50 pesos (US$ 0,86); o leite integral sem lactose de 46,60 pesos (US$ 0,80) para 51,30 pesos (US$ 0,88); e o leite UHT, integral ou desnatado (por litro) de 53 pesos (US$ 0,91) para 58,20 (US$ 1); todos com o mesmo aumento percentual.

No relatório DEUCO, foi citado um trabalho do Observatório da Cadeia de Laticínios da Argentina (OCLA), que diz que “o consumo de leite por habitante por ano é de 176 litros”, ou seja, “menor do que o registrado em 2015, quando a população argentina consumia 217 litros por habitante/ano”.

Agora, com esse novo aumento, os preços dos produtos lácteos cresceram até 42,9% entre maio e outubro deste ano. O queijo é um dos produtos mais afetados pelo aumento, já que seu preço subiu entre 10 e 15% de acordo com o tipo e, em alguns casos, chegou perto da barreira dos mil pesos.

Por fim, com base em dados da OCLA, a entidade informou que a venda de laticínios caiu 11,9% comparando os períodos de janeiro a julho de 2018 e 2019. Por exemplo, a venda de sobremesas e cremes lácteos caiu 34,4%; enquanto o leite em pó desnatado segue com 27%; leite não refrigerado com 22,8%; e manteiga com 16,7%; entre outros.

Fonte: GuiaLat

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.