Dieta Flexitariana: uma tendência a ser analisada

Dieta Flexitariana: uma tendência a ser analisada

Não é segredo que a maioria dos consumidores não está comendo frutas e hortaliças suficientes.

Embora possa parecer assustador reformular sua dieta, o estilo de alimentação – da “dieta flexitariana” – concentra-se mais no que podemos adicionar à nossa dieta do que no que devemos retirar. Você pode não ter ouvido ainda o termo “dieta flexitariana”, mas 3% das pessoas na pesquisa 2019 Food and Health Survey da IFIC Foundation  relataram experimentar esse estilo de comida em algum momento do ano passado. O que é a dieta flexitariana e será que ela pode funcionar para você?

Um padrão alimentar flexitariano pode ser definido, de forma geral como uma dieta semi-vegetariana com consumo moderado de produtos de origem animal. Flexitariano é um jogo de duas palavras: flexível e vegetariano. O termo foi introduzido pela primeira vez pela nutricionista Dawn Jackson Blatner.

A dieta flexitariana é baseada na ideia de que podemos receber os benefícios de saúde de uma dieta vegetariana sem ser 100% vegetariana. Ela se concentra mais em quais alimentos fontes de origem vegetal podemos adicionar às nossas dietas do que em quais fontes animais retirar.

Flexitarianos tendem a obter a maior parte de suas calorias de frutas, leguminosas, grãos integrais e hortaliças. Quando se trata de proteínas, eles comem principalmente fontes vegetais (por exemplo, alimentos à base de soja, leguminosas, nozes e sementes) com uma quantidade moderada de alimentos de origem animal (por exemplo, laticínios, frutos do mar e carne). Por fim, também é recomendável limitar o número de calorias ingeridas com açúcar adicionado e doces. 

Uma revisão de 25 estudos randomizados de controle e/ou observacionais examinou especificamente os efeitos na saúde da adesão a uma dieta flexitariana. Note-se que a definição dessa dieta nesses estudos variou um pouco, oscilando desde “uma dieta composta por um total de carne vermelha ou aves ≥1 vez / mês, mas todas as carnes combinadas (incluindo peixes) <1 vez / semana e ovos / laticínios em qualquer quantidade” a “uma dieta que recomenda níveis moderados de ingestão de alimentos de origem animal”.

Os resultados desses estudos encontraram novas evidências sugerindo que os benefícios potenciais da dieta flexitariana incluem melhores marcadores de saúde metabólica, pressão sanguínea reduzida e risco reduzido de tipo 2 diabetes. Uma dieta semi-vegetariana ou flexitariana também pode ter um papel a desempenhar no tratamento de doenças inflamatórias intestinais, como a doença de Crohn.

Existem muitos benefícios em adicionar mais plantas às nossas dietas, mas pode parecer assustador reformular sua dieta. A dieta flexitariana oferece uma maneira de pensar sobre isso de maneira diferente – em bocados menores, se você preferir. Comer de forma saudável não precisa acontecer de uma hora para outra. A dieta flexitariana oferece benefícios potenciais à saúde, concentrando-se no que podemos adicionar (gradualmente) e não no que precisamos (imediatamente) retirar de nossa dieta.

Além disso, os princípios da dieta flexitariana estão alinhados às Diretrizes Dietéticas para os americanos de 2015. Ambos enfatizam frutas, hortaliças, laticínios e grãos integrais e uma ampla variedade de alimentos proteicos, incluindo frutos do mar, carne magra, aves, ovos, leguminosas, nozes e sementes. Diferentemente da dieta vegetariana (ou vegana), um padrão alimentar flexitariano contém alimentos de origem vegetal e animal.

É importante encontrar um estilo alimentar que funcione para você. A dieta flexitariana permite flexibilidade, o que pode ser atraente para quem procura um caminho para melhorar a saúde com regras menos rígidas. Se você está procurando opções para uma dieta que vá além do alimento de origem vegetal estrito, uma dieta que permita que você coma seu bife e também os alimentos de origem vegetal, a dieta flexitariana pode ser para você.

fonte: food insight

Uma resposta em “Dieta Flexitariana: uma tendência a ser analisada

  1. Pingback: Dieta Flexitariana: uma tendência a ser analisada — Blog +Bio | CURIOSIDADES NA INTERNET

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.